Arquivo

Posts Tagged ‘Audiencia e TV’

Interatividade, conhecimento e exotismo estão em Aventura Selvagem

03/03/2010 Comentários desligados

O biólogo mais famoso do Brasil estreia no SBT a partir do dia 6 de março, aos sábados, às 22h25. Richard Rasmussen vai, pela primeira vez, apresentar seu próprio programa, o Aventura Selvagem, rico em belezas naturais – fauna e flora – e em quadros que trazem conhecimento, diversão e interatividade.

Além das expedições selvagens já famosas nos quadros de Richard, a atração vai enfocar os aspectos culturais e históricos de cada região a ser explorada. “É uma mistura de ideias, com características do Richard e do Brasil. Os quadros têm o intuito de dar mais dinâmica ao programa e trazer a participação direta do telespectador”, conta o apresentador.

Para atrair públicos de todas as idades, Richard garante que mostrará o planeta de um jeito nunca visto antes e animais bastante exóticos e curiosos. “Quero fazer um programa bem diferente, no qual eu participo de tudo. Pretendo atrair não apenas o público infantil, mas cativar também os adultos. Nem que seja para verem os meus ‘micos’”, brinca.

Em Aventura Selvagem, Richard estará mais próximo do telespectador por meio de diversas ações e promoções geradas pelo programa, que envolvem a participação de telespectadores em algumas de suas viagens, que contemplam todo o território nacional – de Minas Gerais ao Paraná e de Goiás ao Amazonas – e internacional, como República Dominicana, México e Caribe.
Adoção de animais abandonados e imagens dos bastidores e dos “micos” de gravação completam as atrações.

Sobre Richard

Richard Rasmussen é apresentador, economista, biólogo e naturalista. Profundo conhecedor da fauna, ele tem uma forma espontânea e irreverente de cuidar e se relacionar com os bichos. A paixão pelos animais começou desde criança.

Nascido em São Paulo, em 1970, Richard morou até os 10 anos de idade em uma chácara em São Roque, no interior de São Paulo, onde passava grande parte do seu tempo com os animais, tanto domésticos quanto silvestres. “Esse contato foi fundamental para a minha escolha de vida. Lembro-me de comemorar os aniversários dos sapos da chácara, quando eu tinha cinco ou seis anos”, conta Richard.

As viagens com seu avô materno, um italiano que se encantou com a beleza da natureza do brasil, também foram fundamentais para alimentar o interesse de Richard pela fauna. O avô o levava, aos 12 anos, para as suas primeiras aventuras nas matas brasileiras, pelo Pantanal e Amazônia.

Quando chegou à época de fazer sua escolha profissional, Richard, mesmo querendo optar pela faculdade de biologia, por pressão familiar começou a estudar economia na USP, formou-se e trabalhou por 10 anos como auditor de empresas. Porém, Richard não deixou seu sonho para trás.

Paralelamente ao exercício da profissão de economista, criou e dirigiu por dez anos um grande criadouro conservacionista no estado de São Paulo, que abrigava diversos animais vindos da polícia ambiental, do comércio ilegal e de resgate de fauna, onde juntamente com os biólogos e veterinários do projeto aprendeu na prática o que apresenta nos programas de televisão. Depois, formou-se em biologia.

Em 2005 começou a apresentar o quadro “Selvagem ao Extremo”, no programa “Domingo Espetacular”, da Record. Agora, já no SBT e com um programa próprio, estreia a partir de março suas aventuras pela natureza selvagem.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SBT

Postado por Cleberson

Roberto Cabrini estreia amanhã no SBT

03/03/2010 Comentários desligados

“Aqui, Roberto Cabrini. E este é o Conexão Repórter”. É dessa forma que o jornalista e apresentador vai dar início, todas as quintas-feiras, às 22h15, a partir do dia 4 de março, às grandes reportagens e às profundas matérias investigativas as quais o tornaram em um dos nomes mais respeitados do jornalismo nacional.

De volta ao SBT, Cabrini vai mostrar reportagens capazes de mudar a história, investigações sem medo, as revelações exclusivas, o arrojo, a coragem de se aprofundar nos assuntos e a realidade que tantos tentam esconder.

“Imagens inquietantes e temas polêmicos que dividem a sociedade são as substâncias do Conexão Repórter, um programa de documentários eletrizantes que também tem a agilidade de mostrar tudo ao vivo toda vez que for necessário”, explica Cabrini.

Nesta quinta-feira, logo no primeiro programa, um tema perturbador: a venda de crianças no Brasil. Cabrini e sua equipe passaram os quatro últimos meses viajando por lugares remotos do País a fim de desvendar como funciona a indústria do tráfico de crianças, que se faz possível, segundo Cabrini, “pela pobreza local, pela falta de leis e por um sistema de adoção burocrático”.

Munidos de câmeras escondidas e de uma disposição para se colocar nas situações propostas pela matéria, o time de Cabrini foi a cidades do Pará e da Bahia para penetrar nessa máfia, da qual participam aliciadores, políticos, médicos e funcionários públicos, entre outros.

Nos próximos programas, o Conexão Repórter vai mostrar um dos braços mais fortes e extremos da Al Qaeda, o Al Shabaab, localizado na Somália; bem como temas como a mutilação gential, crianças que já crescem matando, os piratas contemporâneos e a prostituição em São Paulo como nunca antes foi abordada, entre diversos outros que serão exibidos ao longo do ano.

Sobre Cabrini

Consagrado como repórter investigativo e um dos principais jornalistas da televisão brasileira, Roberto Cabrini começou a trabalhar aos 16 anos de idade. Um dos repórteres mais jovens de sua época. Em 28 anos de carreira no jornalismo, cobriu seis guerras internacionais (Afeganistão, Iraque, Palestina, Camboja, Caxemira e Haiti).

Cabrini participou de cinco Olimpíadas e cinco Copas do Mundo, foi correspondente por oito anos – quatro deles em Londres e quatro em Nova York –, além de realizar coberturas em mais de 50 países. Localizou fugitivos da Justiça que a polícia brasileira não conseguia encontrar, como: Paulo Cesar Farias, em Londres; a fraudadora do INSS, Jorgina Maria de Freitas Fernandes, na Costa Rica; e o diretor do Depósito Público do Rio de Janeiro, que fugiu roubando todos os bens que ali estavam – e foi localizado por Cabrini, em Moçambique.

O jornalista recebeu das mãos de Sílvio Santos o Troféu Imprensa como melhor repórter de TV, em 1993. Ganhou também os prêmios Líbero Badaró, Tim Lopes, Vladimir Herzog e APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte). Entrevistou o líder da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, para o programa SBT Repórter. Também foi Cabrini quem noticiou, ao vivo, o óbito do piloto Ayrton Senna, em maio de 1994. Trabalhou na Globo, Bandeirantes e Record, na qual comandou recentemente o programa Repórter Record.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SBT

Postado por Cleberson

Vídeos da Internet: Sucesso Mini Lady Gaga é sucesso no mundo todo

03/03/2010 Comentários desligados

O programa “Qual é o seu Talento?”, exibido nesta segunda-feira, 01 de março, às 22h15 no SBT, mostrou artistas talentosos, principalmente a pequena e simpática Jessica Fontana, de apenas 8 anos, que fez uma apresentação cover da cantora americana Lady Gaga. Jéssica estava vestida e maquiada como Gaga e interpretou dois sucessos, “Paparazzi” e “Bad Romance”.

O Vídeo fez tanto sucesso que logo foi parar no youtube, e esta bombando no mundo todo, inclusive ja foi exibido na MTV dos Estados Unidos, se você não viu o vídeo confira agora:

Vídeo Retirado do Youtube

Postado por Cleberson

Domingo Legal é líder de audiência novamente

01/03/2010 Comentários desligados

O “Domingo Legal”, apresentado por Celso Portiolli, chegou a ficar por 20 minutos na liderança absoluta durante o programa de ontem, exibido das 11h às 14h57.

Na média geral, manteve a vice-liderança absoluta de audiência, com 9,4 pontos (picos de 12,4), contra 7,7 da terceira colocada e 14.3 da primeira.

Nos confrontos diretos, o Domingo Legal marcou 9,4 a 7,7 contra o “Tudo é Possível”, entre 12h44 e 14h57; e os mesmos 9,4 a 7,7 contra “Domingo Aventura”, entre 11h e 12h43, ambos da terceira colocada.

Ainda, o Domingo Legal fechou o mês de fevereiro na vice-liderança absoluta, com 8 pontos de média, contra 7 da terceira colocada.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SBT

Postado por Cleberson

Hoje o programa “Qual é o seu Talento?” traz novidades em novo horário

A partir desta segunda-feira, 1º de março, às 22h15, André Vasco, Cyz, Saccomani, Miranda e Thomas chegam em novo dia e horário com o Qual é o Seu Talento?
A maior busca por novos talentos da televisão brasileira continua e os jurados estão ainda mais criteriosos.

No programa de hoje…

O grupo da cidade de Bauru, Wazimu, traz muita dança de rua misturada com outros elementos. A cantora Laura Fontana traz sua mãe no programa para torcer durante sua performance. Laura aparece com figurino e maquiagem espelhados na cantora americana Lady Gaga. E ainda nesse programa, a Drag Queen Bionda Lorans interpretado por Thiago Gomes. O artista gosta de chocar e promete uma performance exótica e arrepiante. E muito mais…

Não Perca! “Qual é o seu Talento?”, hoje, às 22h15.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SBT

Postado por Cleberson

O apresentador Celso Portiolli é convidado especial na estreia do novo horário de “1×100”

01/03/2010 Comentários desligados

Roberto Justus traz um convidado muito especial no “1×100” desta quarta-feira, 03 de março, às 23hrs. O apresentador Celso Portiolli vai enfrentar uma galera twittera, da qual o próprio Celso poderia fazer parte, pois em sua página do Twitter há mais de 95 mil seguidores.

Além de seu bom humor, Portiolli mostra seu lado sério respondendo à perguntas como: “Os experimentos de Marcos Pontes durante a “Missão Centenário” buscavam tirar proveito das condições peculiares de..”. O apresentador se divertiu e animou a galera.

Outra convidada do programa é a apresentadora e twittera Marimoon, que também enfrenta essa galera que não desgruda do pc.

Não Perca. “1×100” nesta quarta-feira, 03 de março, às 23h!

Fonte: Assessoria de Imprensa do SBT

Postado por Cleberson

Resumo da primeira semana de “Uma Rosa com Amor”

01/03/2010 Comentários desligados

Resumo dos Capítulos 1 a 6 (01.03 a 06.03)

Capítulo 1, segunda-feira, 1º de março

Mr. Smith (Roberto Arduim) oferece US$ 10 milhões para investir na construtora de Claude (Claudio Lins) e pergunta se o francês tem visto de permanência no Brasil. Giovani (Edney Giovenazzi) recebe um aviso do oficial de justiça: ou compra o cortiço ou será despejado. Sérgio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que foi selecionado para fazer um teste de ator em um filme internacional. Serafina (Carla Marins) encomenda nova remessa de flores para ela mesma, com a dedicatória “uma rosa com amor”. Freitas (Renato Scarpin) sugere que Claude (Claudio Lins) case com uma brasileira para permanecer no país.

O empresário francês Claude (Claudio Lins) negocia com o investidor Mr. Smith (Roberto Arduim). Mr. Smith (Roberto Arduim) propõe sociedade a Claude (Claudio Lins). O americano oferece 10 milhões de dólares para investir na construtora de Claude (Claudio Lins). Mr. Smith (Roberto Arduim) pergunta a Claude se ele tem visto de permanência no Brasil. Claude (Claudio Lins) responde que vai providenciar o mais rápido possível. Frazão (Toni Garrido) e o amigo Claude (Claudio Lins) conversam em uma festa sobre o dinheiro de Mr. Smith (Roberto Arduim). Frazão (Toni Garrido) brinca com Claude (Claudio Lins) e sugere que ele se case com Nara (Monica Carvalho). Claude (Claudio Lins) tem um ataque de espirros ao ouvir a palavra “casamento”. Claude (Claudio Lins) pede que Nara (Monica Carvalho) peça o divórcio a seu ex-marido. Egídio (Carlo Briani) trama dar um golpe em Claude (Claudio Lins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Freitas (Renato Scarpin) avisa Frazão (Toni Garrido) que Coutinho, que cuida do pedido de visto de Claude e dos negócios da construtora, saiu da empresa e foi para uma concorrente, na Dinamarca. Nara (Monica Carvalho) e Egídio (Carlo Briani) tramam para atrasar o processo do pedido de visto de Claude (Cláudio Lins). No Bexiga, Dona Antonieta (Etty Fraser) se surpreende com o novo manequim de costura de Joana (Lucia Alves). Giovani (Edney Giovenazzi) recebe um aviso do oficial de justiça: ou compra o cortiço ou será despejado. Amália (Betty Faria) consola o marido Giovani (Edney Giovenazzi). Amália (Betty Faria) teme que Terezinha (Sabrina Balsalobre) fique “solteirona” e encalhada como Serafina (Carla Marins). Amália (Betty Faria) lamenta para o marido Giovani (Edney Giovenazzi) que a filha Serafina (Carla Marins) tenha sido abandonada no altar pelo noivo, no passado. Sem ser vista pelos pais, Serafina (Carla Marins) ouve tudo e chora. Amália (Betty Faria) faz promessa a Santo Antônio para a filha Serafina (Carla Marins) casar. Pepa (Jussara Freire) chora e pede ajuda a Amália (Betty Faria) para pagar o aluguel e permanecer no casarão. Com pena da amiga, Amália (Betty Faria) promete falar com Giovani (Edney Giovenazzi) para livrar o aluguel, com a condição de que ela não conte aos vizinhos. Afrânio (Nilton Bicudo) conversa com Giovani (Edney Giovenazzi) sobre a possibilidade de financiar a compra do casarão. Serafina (Carla Marins) afirma para a irmã Terezinha (Sabrina Balsalobre) que prefere morrer ou ficar solteira que namorar Afrânio (Nilton Bicudo). Terezinha (Sabrina Balsalobre) repreende Serafina Rosa (Carla Marins), dizendo que desde que Julio a deixou, a irmã não namorou mais ninguém e ainda espalha a todos que “não quer mais saber de homem”. Apaixonado, Afrânio (Nilton Bicudo) elogia a boa-forma de Serafina Rosa (Carla Marins) e declara à secretária que ela é maravilhosa. Serafina (Carla Marins) não gosta do comentário, mas agradece. O jovem ator Sergio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que foi selecionado para fazer um teste para um filme internacional. Pimpinoni (João Acaiabe) aconselha Serafina Rosa (Carla Marins) a espantar a tristeza e a angústia. Pimpinoni (João Acaiabe) afirma a Serafina Rosa (Carla Marins) que com fé, alegria e esperança tudo vai dar certo. Beto (Fábio Rhoden) chega tarde em casa, e a mãe Nara (Monica Carvalho) reclama que não foi avisada. Egídio (Carlo Briani) planeja tornar-se presidente da construtora de Claude (Claudio Lins). Serafina (Carla Marins) encomenda nova remessa de flores para ela mesma. Serafina (Carla Marins) pede que o entregador mande as flores em nome de Rosa, nome pelo qual é chamada pelos colegas funcionários do escritório da construtora de Claude (Claudio Lins). No cartão, ela escreve a dedicatória “Para Rosa, uma rosa com amor”. Janete (Joana Lima Verde) vê as flores, que chegam à construtora, como nos outros dias, e pergunta à Serafina (Carla Marins) se as rosas são de um namorado. Serafina (Carla Marins) derrama a água do vaso das flores no paletó de Claude (Claudio Lins). Aflito, Claude (Claudio Lins) descobre que Coutinho, funcionário que foi para a empresa concorrente, não deu entrada no pedido de visto. Claude (Claudio Lins) lamenta a traição de seu ex-funcionário. Freitas (Renato Scarpin) sugere que Claude (Claudio Lins) case com uma brasileira para permanecer no país. Claude (Claudio Lins) tem um ataque de espirro. Frazão (Toni Garrido) pensa em outra noiva para Claude (Claudio Lins). Neste instante, Serafina Rosa (Carla Marins) entra na sala.

Capítulo 2, terça-feira, 02 de março

Pepa (Jussara Freire) e Afrânio (Nilton Bicudo) batem boca na lavanderia do cortiço. Nara (Mônica Carvalho) e Serafina (Carla Marins) disputam um pedaço de renda da loja e brigam para levar o tecido. Serafina Rosa (Carla Marins) mancha a camisa de Claude (Claudio Lins) quando tenta costurar o botão. Nara flagra Serafina Rosa (Carla Marins) com a camisa de Claude (Claudio Lins).

Frazão (Toni Garrido) sugere que Claude (Claudio Lins) arrume uma noiva de mentira. Janete (Joana Lima Verde) repara que as flores recebidas por Serafina Rosa (Carla Marins) têm um cartão com a dedicatória “uma rosa com amor” e se encanta com o romantismo do “namorado”. Frazão (Toni Garrido) relembra Claude (Claudio Lins) de que Nara (Monica Carvalho) não pode casar, porque não conseguiu divorciar-se do ex-marido. Terezinha (Sabrina Balsalobre) pede para Serafina (Carla Marins) acompanhá-la até o cinema, para poder sair com Dino (Bruno Bezerra), uma exigência do pai Giovani (Edney Giovenazzi). Pepa (Jussara Freire) e Afrânio (Nilton Bicudo) batem boca na lavanderia do cortiço. Serafina Rosa (Carla Marins) avisa os moradores do casarão que precisam de um milhão de reais para continuar morando naquele imóvel. Nara fica furiosa com a ideia de Frazão (Toni Garrido) de casar Claude (Claudio Lins) com uma noiva de mentira. Fanho, Afrânio (Nilton Bicudo) revela para Antonieta (Etty Fraser) e Serafina (Carla Marins) que acredita em “milagres de amor”. Giovani (Edney Giovenazzi) dá lição de moral nos filhos e exige respeito, de acordo com os bons e velhos costumes. Nara (Monica Carvalho) e Serafina (Carla Marins) disputam um pedaço de renda da loja e brigam para levar o tecido. Gurgel (Daniel Uemura) e Janete (Joana Lima Verde) comentam que os gastos diários do “namorado” de Serafina Rosa (Carla Marins) com as flores dariam para comprar o enxoval e casar. Claude (Claudio Lins) reclama para Frazão (Toni Garrido) de Serafina (Carla Marins), chamando a secretária de desastrada. Serafina Rosa (Carla Marins) mancha a camisa de Claude (Claudio Lins) quando tenta costurar o botão. Serafina Rosa (Carla Marins) entra na sala para devolver a roupa de Claude (Claudio Lins), sem camisa, mas é surpreendida pela presença de Nara (Monica Carvalho).

Capítulo 3, quarta-feira, 03 de março

Nara (Mônica Carvalho) discute com Serafina Rosa (Carla Marins) e exige que Claude (Claudio Lins) demita a secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) acha a carteira de Mr. Smith (Roberto Arduim) no chão. Egídio (Carlo Briani) diz a Nara (Monica Carvalho) que fará de tudo para tomar o dinheiro de Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) procura Mr. Smith (Roberto Arduim) e devolve a carteira a ele. Egídio (Carlo Briani) demite Serafina Rosa (Carla Marins). Mr. Smith (Roberto Arduim) convida Serafina Rosa (Carla Marins) para almoçar. Claude (Claudio Lins) e Frazão (Toni Garrido) ficam estupefados.

Nara (Monica Carvalho) acusa Claude (Claudio Lins) de ter um caso com Serafina Rosa (Carla Marins). Nara (Monica Carvalho) discute com Serafina Rosa (Carla Marins) e exige que Claude (Claudio Lins) demita a secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) esbarra em Mr. Smith (Roberto Arduim) na saída da construtora. Logo em seguida, Serafina Rosa (Carla Marins) acha a carteira do gringo no chão. Milton (Felipe Lima) e Terezinha (Sabrina Balsalobre) combinam de sair. Milton (Felipe Lima) reclama da vigilância de Serafina Rosa (Carla Marins), exigência de Giovani (Edney Giovenazzi). Em conversa com o filho Sergio (André Cursino), Joana (Lúcia Alves) lembra de Roberta Vermont (Isadora Ribeiro) nos tempos de juventude, da morte do marido e dos tempos em que era atriz. Com os olhos marejados, Joana (Lúcia Alves) confessa que é tarde para voltar a atuar. Claude (Claudio Lins) implora pela ajuda de Roberta Vermont para conseguir seu visto. Mr. Smith (Roberto Arduim) cobra os documentos do visto de Claude (Claudio Lins) e percebe que perdeu a carteira. Nara (Monica Carvalho) é multada por estacionar em local proibido, e depois tem seu carro guinchado. Giovani (Edney Giovenazzi) permite que Terezinha (Sabrina Balsalobre) e Milton (Felipe Lima) saiam sozinhos, mas depois se arrepende. Giovani (Edney Giovenazzi) constata com Amália (Betty Faria) que somente Dino (Bruno Bezerra) ficou em casa e reclama da ausência das duas filhas. Egídio (Carlo Briani) diz a Nara (Monica Carvalho) que Claude (Claudio Lins) montou o escritório sem o visto em ordem e afirma que fará de tudo para tomar o dinheiro do gringo, pois é sócio da construtora. Egídio (Carlo Briani) promete que vai se livrar da secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) comenta com Pimpinoni (João Acaiabe) que achou a carteira de um americano e que vai devolvê-la. Nara (Monica Carvalho) e Claude (Claudio Lins) se reconciliam. Beto (Fábio Rhoden) pergunta para a irmã Raquel (Marina Stacciarini) se o pai fugiu para não pagar pensão. Beto (Fábio Rhoden) afirma para Elisa (Marcia Kaplun) que a mãe Nara (Monica Carvalho) e o avô Egídio (Carlo Briani) cercam Claude (Claudio Lins) por interesse. Serafina Rosa (Carla Marins) procura Mr. Smith (Roberto Arduim) e devolve a carteira a ele. Mr. Smith (Roberto Arduim) oferece uma recompensa em dinheiro a Serafina Rosa (Carla Marins), mas ela recusa, apesar da vontade de aceitar, para ajudar a família. Egídio (Carlo Briani) demite Serafina Rosa (Carla Marins) e pede que ela saia da empresa e não volte mais. Com sentimento de culpa, Claude (Claudio Lins) concorda com a decisão de Egídio (Carlo Briani) de demitir Serafina Rosa (Carla Marins). Mr. Smith (Roberto Arduim) vê Serafina Rosa (Carla Marins) na antessala da diretoria da construtora, arrumando as coisas da mesa para sair, e a convida para almoçar. Frazão (Toni Garrido) e Claude (Claudio Lins) percebem a intimidade entre a secretária e o milionário, que saem da construtora. O empresário e o advogado ficam estupefatos. Claude (Claudio Lins) se preocupa com o que Serafina Rosa (Carla Marins) vai falar sobre a empresa, funcionários e seu dono.

Capítulo 4, quinta-feira, 04 de março

Afrânio (Nilton Bicudo) vê sua amada Serafina Rosa (Carla Marins) entrando no táxi com um homem mais velho. Joana (Lúcia Alves) ajuda o filho Sérgio (André Cursino) a ensaiar um monólogo de Shakespeare. Claude (Claudio Lins) encontra Nara (Monica Carvalho), Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim) no mesmo restaurante. Janete (Joana Lima Verde) conta a Nara (Monica Carvalho) que Serafina Rosa (Carla Marins) será readmitida por Claude (Claudio Lins).

Claude (Claudio Lins) decide que vai readmitir Serafina Rosa (Carla Marins). Janete avisa Frazão (Toni Garrido) que Serafina Rosa (Carla Marins) está sem celular, e Claude (Claudio Lins) fica desesperado. Claude (Claudio Lins) e Frazão (Toni Garrido) planejam ir atrás de Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Frazão (Toni Garrido) pede para Janete (Joana Lima Verde) dizer a Serafina Rosa (Carla Marins) que ela é uma boa funcionária e que a demissão dela não passou de um engano. Frazão (Toni Garrido), Claude (Claudio Lins) e Janete (Joana Lima Verde) saem à procura do restaurante para onde o estrangeiro levou Serafina Rosa (Carla Marins). Afrânio (Nilton Bicudo) vê Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim) entrar em um táxi. Afrânio (Nilton Bicudo) não acredita no que vê: sua amada Serafina Rosa (Carla Marins) entrando no táxi com um homem mais velho, em pleno horário de trabalho. Claude (Claudio Lins), Frazão (Toni Garrido) e Janete (Joana Lima Verde) pegam outro táxi e perseguem Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Sr. Smith (Roberto Arduim) conversa com Serafina Rosa (Carla Marins) e percebe que ela está preocupada. Giovani (Edney Giovenazzi) reclama de Terezinha (Sabrina Balsalobre), que chegou depois da meia-noite em casa, e de Dino (Bruno Bezerra), que só pensa em jogar bola e vídeo-game. Giovani (Edney Giovenazzi) comenta com Amália (Betty Faria) que um possível despejo não vai ser fácil para as fofoqueiras Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Fraser). Joana (Lúcia Alves) ajuda o filho Sérgio (André Cursino) a ensaiar um monólogo de Shakespeare. Pimpinoni (João Acaiabe) acalma Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Fraser), e explica que Giovani (Edney Giovenazzi) e Amália (Betty Faria), inquilinos oficiais do casarão (cortiço), apenas receberam proposta do inquilino para comprarem o imóvel. Pepa (Jussara Freire) teme acabar morando debaixo de um viaduto. Nara (Monica Carvalho) empresta o carro para o filho Beto (Fábio Rhoden) e sai com Erci (Ana Carolina Lima) para tirar a segunda via da carteira de habilitação, manchada durante a briga com Serafina Rosa (Carla Marins) na loja de tecido. O motorista do táxi de Claude (Claudio Lins) freia para evitar atropelar um carrinho de bebê e perde de vista o táxi de Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) se assusta com os preços dos pratos do restaurante de luxo, e recomenda as cantinas do Bexiga ao gringo, que promete ir lá um dia. Frazão (Toni Garrido), Claude (Claudio Lins) e Janete (Joana Lima Verde) acham o restaurante e procuram por Serafina Rosa (Carla Marins), desesperados. Claude (Claudio Lins) não acredita que está à caça de uma “maluquinha, desastrada e destrambelhada”. Janete (Joana Lima Verde) ouve a crítica de Claude (Claudio Lins), que pede para a funcionária não contar nada do que disse. Nara (Monica Carvalho) e Erci (Ana Carolina Lima) especulam se Claude (Claudio Lins) e Serafina Rosa (Carla Marins) têm um caso, e entram no restaurante. Claude (Claudio Lins) encontra Nara (Monica Carvalho) e depois vê Serafina Rosa (Carla Marins), que vira-lhe as costas e volta para a mesa com Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) pede para Mr. Smith (Roberto Arduim) não sair da mesa para falar com Claude (Claudio Lins) e explica que a noiva dele, Nara (Monica Carvalho), “não vai com a cara dela”. Serafina Rosa (Carla Marins) ressalta que ela e Nara (Monica Carvalho) tiveram uma “discussão chata”. Janete (Joana Lima Verde) conta a Nara (Monica Carvalho) que Serafina Rosa (Carla Marins) será readmitida por Claude (Claudio Lins). O empresário fica pálido. Inconformada, Nara (Monica Carvalho) interrompe o almoço, furiosa, e vai para casa. O americano paga a conta e sai do restaurante com Serafina Rosa (Carla Marins), sem Claude (Cláudio Lins) e ninguém ver. Serafina Rosa (Carla Marins) agradece Mr. Smith (Roberto Arduim) por não ter sido vista pela ciumenta Nara (Monica Carvalho). Caminhando pelas ruas de São Paulo, Mr. Smith (Roberto Arduim) faz perguntas à Serafina Rosa (Carla Marins) sobre a construtora. O gringo afirma que ela é uma funcionária honesta e que é a melhor pessoa para falar sobre a empresa de Claude (Claudio Lins). O milionário e a secretária conversam harmoniosamente, em um clima agradável. Afrânio (Nilton Bicudo) conta para as fofoqueiras Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Frazer) e Pimpinoni (João Acaiabe) que viu Serafina Rosa (Carla Marins) e um homem mais velho em um táxi no centro da cidade. Terezinha (Sabrina Balsalobre) ouve tudo. As fofoqueiras comentam que Serafina Rosa (Carla Marins) não é nenhuma santinha e que a relação entre homem mais velho e mulher mais nova é comum. Terezinha (Sabrina Balsalobre) conta aos pais que Serafina Rosa (Carla Marins) foi vista com um homem. Alabá (Patrícia Dejesus) pergunta a Roberta (Isadora Ribeiro) se ela ainda gosta de Claude (Claudio Lins). Nara (Monica Carvalho) conta para o pai Egídio (Carlo Briani) que Serafina Rosa será readmitida e que se sentiu humilhada. Mr. Smith (Roberto Arduim) e Serafina Rosa (Carla Marins) entram no escritório da construtora. Mr. Smith (Roberto Arduim) anuncia para Claude (Claudio Lins) que chegou a uma conclusão.

Capítulo 5, sexta-feira, 05 de março

Mr. Smith (Roberto Arduim) revela a Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) falou bem da construtora e estende o prazo para o francês obter seu visto. Mr. Smith (Roberto Arduim) se despede de Serafina Rosa (Carla Marins) e avisa Claude (Claudio Lins) que ele tem uma “joia preciosa” na empresa. O francês promete cuidar bem dela. Egídio (Carlo Briani) revela para Nara (Monica Carvalho) que contratou uma pessoa para atrasar o processo do visto de permanência de Claude (Claudio Lins). Serafina Rosa (Carla Marins) nega o romance com Mr. Smith (Roberto Arduim) e esclarece tudo a Pepa (Jussara Freire). Serafina Rosa (Carla Marins) conta para Pimpinoni (João Acaiabe) que se sentiu feliz após ser procurada por Claude (Claudio Lins). Frazão (Toni Garrido) propõe a Claude (Claudio Lins) um casamento de aparências com Serafina Rosa (Carla Marins).

Mr. Smith (Roberto Arduim) elogia Serafina Rosa (Carla Marins) e destaca uma qualidade dela: a honestidade. Mr. Smith (Roberto Arduim) revela a Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) falou bem da construtora, de Frazão (Toni Garrido) e de Claude (Claudio Lins), e decide estender o prazo para que o francês providencie seu visto. O americano salienta que a secretária está chateada com Egídio (Carlo Briani) e Nara (Monica Carvalho). Janete (Joana Lima Verde) explica para Serafina Rosa (Carla Marins) que Claude (Claudio Lins) resolveu ir atrás dela, para dizer que não seria despedida e que tudo foi precipitação de Egídio (Carlo Briani). Nara (Monica Carvalho) fica enfurecida com a volta da secretária ao cargo, e promete ao pai Egídio (Carlo Briani) que Claude (Claudio Lins) jamais vai se casar com outra. Roberta (Isadora Ribeiro) afirma para a amiga Alabá (Patrícia Dejesus) que Claude (Claudio Lins) é apenas um amigo. Alabá (Patrícia Dejesus) alerta que percebe uma mudança de comportamento na amiga quando ela fala com o empresário. Mr. Smith (Roberto Arduim) se despede de Serafina Rosa (Carla Marins) e avisa Claude (Claudio Lins) que ele tem uma “joia preciosa” na empresa. O francês promete cuidar bem dela. Gurgel (Daniel Uemura) entrega as flores com a dedicatória “uma rosa com amor” para Serafina Rosa (Carla Marins) e pergunta à colega quando ela pretende apresentar o misterioso namorado. Giovani (Edney Giovenazzi) se preocupa com os comentários no cortiço sobre a filha, que teria um novo homem, e conversa com Amália sobre a felicidade da secretária. Claude (Claudio Lins) explica para Egídio (Carlo Briani) que Serafina Rosa (Carla Marins) é amiga de Mr. Smith (Roberto Arduim), falou bem da empresa a ele, e que não pode ser demitida. Furioso, Egídio (Carlo Briani) entende a situação e sai da sala. Egídio (Carlo Briani) comunica Serafina Rosa (Carla Marins) que não será mais demitida e pede para ela não chegar atrasada ao trabalho. Serafina Rosa (Carla Marins) responde que nunca chegou atrasada na empresa. Egídio (Carlo Briani) revela para Nara (Monica Carvalho) que contratou uma pessoa para atrasar o processo do visto de permanência de Claude (Claudio Lins). Com a demora do visto, Egídio (Carlo Briani) espera que Claude (Claudio Lins) passe a intermediação do negócio para ele e Nara (Monica Carvalho), para poder ter a posse dos US$ 10 milhões. Pepa (Jussara Freire) “interroga” Serafina Rosa (Carla Marins) sobre o misterioso homem do táxi. Serafina Rosa (Carla Marins) nega o romance e esclarece tudo. Afrânio (Nilton Bicudo) confessa para Pepa (Jussara Freire) que é apaixonado por Serafina Rosa (Carla Marins) porque ela é parecida com Bonamina, antigo amor de sua juventude. Serafina Rosa (Carla Marins) conta para Pimpinoni (João Acaiabe) que se sentiu feliz após ser procurada por Claude (Claudio Lins) por vários restaurantes e de ter sido defendida por ele na empresa. Pimpinoni (João Acaiabe) percebe que a amiga está apaixonada pelo empresário. Nara (Monica Carvalho), deslumbrante e bem-humorada, influenciada pelos planos do pai, anuncia aos filhos Beto (Fábio Rhoden) e Raquel (Marina Stacciarini) que daqui para frente será uma mulher prática e objetiva. Giovani (Edney Giovenazzi) se incomoda com o agarramento de Terezinha (Sabrina Balsalobre) e Milton (Felipe Lima) no sofá. Nara (Monica Carvalho) liga para Claude (Claudio Lins), Dádi (Mila Ribeiro) atende e passa o telefone ao empresário. Nara (Monica Carvalho) seduz Claude (Claudio Lins), dizendo que o perdoou pela readmissão da secretária. Nara (Monica Carvalho ) faz o empresário procurá-la e, depois de desligar o telefone, comemora a vitória com o pai, de olho nos milhões de dólares. Serafina Rosa (Carla Marins) prova um vestido de casamento para a costureira e ex-atriz Joana (Lúcia Alves). Sérgio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que recusou uma proposta indecente para entrar no elenco de um filme internacional. Serafina Rosa (Carla Marins) chora por sua solidão, depois de ver um filme com casamento e final feliz. Frazão (Toni Garrido) sugere a Claude (Claudio Lins) contratar uma noiva de mentira para conseguir o visto logo. Claude (Claudio Lins) espirra. Frazão (Toni Garrido) propõe ao francês um casamento de aparências com Serafina Rosa (Carla Marins).

Capítulo 6, sábado, 06 de março

Frazão sugere que Claude dê R$ 1 milhão à Serafina Rosa (Carla Marins), em troca do casamento de mentira. Antoninho (Rubens Caribé) afirma que existe apenas uma saída a Giovani (Edney Giovenazzi) para ele não ser despejado: comprar o casarão. Frazão (Toni Garrido) aposta com Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) aceitará a proposta de casamento de aparências, para poder comprar o imóvel do Bexiga e ajudar sua família e os vizinhos. Claude (Claudio Lins) pede Roberta (Isadora Ribeiro) em casamento, mas a atriz está em processo de divórcio e recusa. Joana (Lúcia Alves) pede para Sérgio (André Cursino) jamais deixar de ter dignidade e não se vender, em sua carreira de ator. Beto (Fábio Rhoden) pergunta para Nara (Monica Carvalho) se foi adotado ou se não é filho biológico de Carlos. Depois de espirrar, Claude (Claudio Lins) pede Serafina Rosa (Carla Marins) em casamento.

Frazão (Toni Garrido) avisa Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) precisa de um milhão de reais para comprar o casarão do Bexiga e salvar a família e seus vizinhos do despejo. O advogado da construtora sugere que o francês dê um milhão de reais à secretária, em troca do casamento de mentira. Giovani (Edney Gionenazzi) e o advogado Antoninho (Rubens Caribé), irmão mais velho de Milton (Felipe Lima), conversam sobre o despejo. Antoninho (Rubens Caribé) afirma que existe apenas uma saída a Giovani (Edney Giovenazzi): comprar o casarão. Egídio (Carlo Briani) alerta Nara (Monica Carvalho) que suas reservas de dinheiro estão chegando ao fim. Para ele, os US$ 10 milhões de Mr. Smith (Roberto Arduim) são a salvação da família. Egídio (Carlo Briani) relembra que Beto (Fábio Rhoden) não é filho de Nara (Monica Carvalho), mas de um amante, e reforça que a filha não pode deixar Claude (Claudio Lins) casar de mentira. Em conversa com Claude (Claudio Lins), Frazão (Toni Garrido) aposta que Serafina Rosa (Carla Marins) aceitará a proposta de casamento de aparências, para poder comprar o imóvel do Bexiga. Roberta (Isadora Ribeiro) avisa Claude (Claudio Lins) que não conseguiu a liberação do visto, porque o empresário tem um antecedente criminal, de uma época que dirigiu bêbado pelas ruas da França, nos tempos de juventude, e foi pego pela polícia. Claude (Claudio Lins) pede Roberta (Isadora Ribeiro) em casamento, mas a atriz, argelina, está em processo de divórcio e recusa. Sem outra opção, Claude (Claudio Lins) aceita pagar um milhão de reais para casar com Serafina Rosa (Carla Marins). Joana (Lúcia Alves) pede para Sérgio (André Cursino) jamais deixar de ter dignidade e não se vender, em sua carreira de ator. Antoninho (Rubens Caribé) avisa aos moradores que eles terão que deixar o cortiço, se Giovani (Edney Giovenazzi) não comprar o casarão. Claude lembra Frazão (Toni Garrido) que Serafina Rosa (Carla Marins) tem um namorado que manda flores todos os dias. Frazão (Toni Garrido) responde que o tal sujeito nunca liga nem aparece. Milton (Felipe Lima) esbarra em Raquel (Marina Stacciarini) e tenta seduzir a garota. Frazão (Toni Garrido) revela a proposta de casamento de aparências, com pagamento de um milhão de reais, para Serafina Rosa (Carla Marins). Ela fica surpresa. Giovani (Edney Giovenazzi) sai para vender balas na saída do colégio, enquanto Amália (Betty Faria) fica no cortiço, rezando para Santo Antônio casar Serafina Rosa (Carla Marins). A secretária responde a Frazão (Toni Garrido) que quer ouvir a proposta do próprio Claude (Claudio Lins). Frazão (Toni Garrido) chama Claude (Claudio Lins) por telefone. Beto (Fábio Rhoden) informa para mãe Nara (Monica Carvalho) que seu pai Carlos enviou um e-mail afirmando que tem sangue O positivo. Beto (Fábio Rhoden) fala para a mãe que não pode ser filho dela, pois tem sangue A positivo, e conclui que foi adotado ou não é filho biológico de Carlos. Claude (Claudio Lins) chega ao topo do edifício e entra no heliponto. Frazão (Toni Garrido) deixa o local. Depois de espirrar, Claude (Claudio Lins) pede Serafina Rosa (Carla Marins) em casamento.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SBT

O Blog Multigolb não se responsabiliza por alterações que possam ocorrer devido a edição da novela.

Postado por Cleberson