Archive

Posts Tagged ‘novelas’

Resumo da primeira semana de “Uma Rosa com Amor”

01/03/2010 Comentários desligados

Resumo dos Capítulos 1 a 6 (01.03 a 06.03)

Capítulo 1, segunda-feira, 1º de março

Mr. Smith (Roberto Arduim) oferece US$ 10 milhões para investir na construtora de Claude (Claudio Lins) e pergunta se o francês tem visto de permanência no Brasil. Giovani (Edney Giovenazzi) recebe um aviso do oficial de justiça: ou compra o cortiço ou será despejado. Sérgio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que foi selecionado para fazer um teste de ator em um filme internacional. Serafina (Carla Marins) encomenda nova remessa de flores para ela mesma, com a dedicatória “uma rosa com amor”. Freitas (Renato Scarpin) sugere que Claude (Claudio Lins) case com uma brasileira para permanecer no país.

O empresário francês Claude (Claudio Lins) negocia com o investidor Mr. Smith (Roberto Arduim). Mr. Smith (Roberto Arduim) propõe sociedade a Claude (Claudio Lins). O americano oferece 10 milhões de dólares para investir na construtora de Claude (Claudio Lins). Mr. Smith (Roberto Arduim) pergunta a Claude se ele tem visto de permanência no Brasil. Claude (Claudio Lins) responde que vai providenciar o mais rápido possível. Frazão (Toni Garrido) e o amigo Claude (Claudio Lins) conversam em uma festa sobre o dinheiro de Mr. Smith (Roberto Arduim). Frazão (Toni Garrido) brinca com Claude (Claudio Lins) e sugere que ele se case com Nara (Monica Carvalho). Claude (Claudio Lins) tem um ataque de espirros ao ouvir a palavra “casamento”. Claude (Claudio Lins) pede que Nara (Monica Carvalho) peça o divórcio a seu ex-marido. Egídio (Carlo Briani) trama dar um golpe em Claude (Claudio Lins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Freitas (Renato Scarpin) avisa Frazão (Toni Garrido) que Coutinho, que cuida do pedido de visto de Claude e dos negócios da construtora, saiu da empresa e foi para uma concorrente, na Dinamarca. Nara (Monica Carvalho) e Egídio (Carlo Briani) tramam para atrasar o processo do pedido de visto de Claude (Cláudio Lins). No Bexiga, Dona Antonieta (Etty Fraser) se surpreende com o novo manequim de costura de Joana (Lucia Alves). Giovani (Edney Giovenazzi) recebe um aviso do oficial de justiça: ou compra o cortiço ou será despejado. Amália (Betty Faria) consola o marido Giovani (Edney Giovenazzi). Amália (Betty Faria) teme que Terezinha (Sabrina Balsalobre) fique “solteirona” e encalhada como Serafina (Carla Marins). Amália (Betty Faria) lamenta para o marido Giovani (Edney Giovenazzi) que a filha Serafina (Carla Marins) tenha sido abandonada no altar pelo noivo, no passado. Sem ser vista pelos pais, Serafina (Carla Marins) ouve tudo e chora. Amália (Betty Faria) faz promessa a Santo Antônio para a filha Serafina (Carla Marins) casar. Pepa (Jussara Freire) chora e pede ajuda a Amália (Betty Faria) para pagar o aluguel e permanecer no casarão. Com pena da amiga, Amália (Betty Faria) promete falar com Giovani (Edney Giovenazzi) para livrar o aluguel, com a condição de que ela não conte aos vizinhos. Afrânio (Nilton Bicudo) conversa com Giovani (Edney Giovenazzi) sobre a possibilidade de financiar a compra do casarão. Serafina (Carla Marins) afirma para a irmã Terezinha (Sabrina Balsalobre) que prefere morrer ou ficar solteira que namorar Afrânio (Nilton Bicudo). Terezinha (Sabrina Balsalobre) repreende Serafina Rosa (Carla Marins), dizendo que desde que Julio a deixou, a irmã não namorou mais ninguém e ainda espalha a todos que “não quer mais saber de homem”. Apaixonado, Afrânio (Nilton Bicudo) elogia a boa-forma de Serafina Rosa (Carla Marins) e declara à secretária que ela é maravilhosa. Serafina (Carla Marins) não gosta do comentário, mas agradece. O jovem ator Sergio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que foi selecionado para fazer um teste para um filme internacional. Pimpinoni (João Acaiabe) aconselha Serafina Rosa (Carla Marins) a espantar a tristeza e a angústia. Pimpinoni (João Acaiabe) afirma a Serafina Rosa (Carla Marins) que com fé, alegria e esperança tudo vai dar certo. Beto (Fábio Rhoden) chega tarde em casa, e a mãe Nara (Monica Carvalho) reclama que não foi avisada. Egídio (Carlo Briani) planeja tornar-se presidente da construtora de Claude (Claudio Lins). Serafina (Carla Marins) encomenda nova remessa de flores para ela mesma. Serafina (Carla Marins) pede que o entregador mande as flores em nome de Rosa, nome pelo qual é chamada pelos colegas funcionários do escritório da construtora de Claude (Claudio Lins). No cartão, ela escreve a dedicatória “Para Rosa, uma rosa com amor”. Janete (Joana Lima Verde) vê as flores, que chegam à construtora, como nos outros dias, e pergunta à Serafina (Carla Marins) se as rosas são de um namorado. Serafina (Carla Marins) derrama a água do vaso das flores no paletó de Claude (Claudio Lins). Aflito, Claude (Claudio Lins) descobre que Coutinho, funcionário que foi para a empresa concorrente, não deu entrada no pedido de visto. Claude (Claudio Lins) lamenta a traição de seu ex-funcionário. Freitas (Renato Scarpin) sugere que Claude (Claudio Lins) case com uma brasileira para permanecer no país. Claude (Claudio Lins) tem um ataque de espirro. Frazão (Toni Garrido) pensa em outra noiva para Claude (Claudio Lins). Neste instante, Serafina Rosa (Carla Marins) entra na sala.

Capítulo 2, terça-feira, 02 de março

Pepa (Jussara Freire) e Afrânio (Nilton Bicudo) batem boca na lavanderia do cortiço. Nara (Mônica Carvalho) e Serafina (Carla Marins) disputam um pedaço de renda da loja e brigam para levar o tecido. Serafina Rosa (Carla Marins) mancha a camisa de Claude (Claudio Lins) quando tenta costurar o botão. Nara flagra Serafina Rosa (Carla Marins) com a camisa de Claude (Claudio Lins).

Frazão (Toni Garrido) sugere que Claude (Claudio Lins) arrume uma noiva de mentira. Janete (Joana Lima Verde) repara que as flores recebidas por Serafina Rosa (Carla Marins) têm um cartão com a dedicatória “uma rosa com amor” e se encanta com o romantismo do “namorado”. Frazão (Toni Garrido) relembra Claude (Claudio Lins) de que Nara (Monica Carvalho) não pode casar, porque não conseguiu divorciar-se do ex-marido. Terezinha (Sabrina Balsalobre) pede para Serafina (Carla Marins) acompanhá-la até o cinema, para poder sair com Dino (Bruno Bezerra), uma exigência do pai Giovani (Edney Giovenazzi). Pepa (Jussara Freire) e Afrânio (Nilton Bicudo) batem boca na lavanderia do cortiço. Serafina Rosa (Carla Marins) avisa os moradores do casarão que precisam de um milhão de reais para continuar morando naquele imóvel. Nara fica furiosa com a ideia de Frazão (Toni Garrido) de casar Claude (Claudio Lins) com uma noiva de mentira. Fanho, Afrânio (Nilton Bicudo) revela para Antonieta (Etty Fraser) e Serafina (Carla Marins) que acredita em “milagres de amor”. Giovani (Edney Giovenazzi) dá lição de moral nos filhos e exige respeito, de acordo com os bons e velhos costumes. Nara (Monica Carvalho) e Serafina (Carla Marins) disputam um pedaço de renda da loja e brigam para levar o tecido. Gurgel (Daniel Uemura) e Janete (Joana Lima Verde) comentam que os gastos diários do “namorado” de Serafina Rosa (Carla Marins) com as flores dariam para comprar o enxoval e casar. Claude (Claudio Lins) reclama para Frazão (Toni Garrido) de Serafina (Carla Marins), chamando a secretária de desastrada. Serafina Rosa (Carla Marins) mancha a camisa de Claude (Claudio Lins) quando tenta costurar o botão. Serafina Rosa (Carla Marins) entra na sala para devolver a roupa de Claude (Claudio Lins), sem camisa, mas é surpreendida pela presença de Nara (Monica Carvalho).

Capítulo 3, quarta-feira, 03 de março

Nara (Mônica Carvalho) discute com Serafina Rosa (Carla Marins) e exige que Claude (Claudio Lins) demita a secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) acha a carteira de Mr. Smith (Roberto Arduim) no chão. Egídio (Carlo Briani) diz a Nara (Monica Carvalho) que fará de tudo para tomar o dinheiro de Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) procura Mr. Smith (Roberto Arduim) e devolve a carteira a ele. Egídio (Carlo Briani) demite Serafina Rosa (Carla Marins). Mr. Smith (Roberto Arduim) convida Serafina Rosa (Carla Marins) para almoçar. Claude (Claudio Lins) e Frazão (Toni Garrido) ficam estupefados.

Nara (Monica Carvalho) acusa Claude (Claudio Lins) de ter um caso com Serafina Rosa (Carla Marins). Nara (Monica Carvalho) discute com Serafina Rosa (Carla Marins) e exige que Claude (Claudio Lins) demita a secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) esbarra em Mr. Smith (Roberto Arduim) na saída da construtora. Logo em seguida, Serafina Rosa (Carla Marins) acha a carteira do gringo no chão. Milton (Felipe Lima) e Terezinha (Sabrina Balsalobre) combinam de sair. Milton (Felipe Lima) reclama da vigilância de Serafina Rosa (Carla Marins), exigência de Giovani (Edney Giovenazzi). Em conversa com o filho Sergio (André Cursino), Joana (Lúcia Alves) lembra de Roberta Vermont (Isadora Ribeiro) nos tempos de juventude, da morte do marido e dos tempos em que era atriz. Com os olhos marejados, Joana (Lúcia Alves) confessa que é tarde para voltar a atuar. Claude (Claudio Lins) implora pela ajuda de Roberta Vermont para conseguir seu visto. Mr. Smith (Roberto Arduim) cobra os documentos do visto de Claude (Claudio Lins) e percebe que perdeu a carteira. Nara (Monica Carvalho) é multada por estacionar em local proibido, e depois tem seu carro guinchado. Giovani (Edney Giovenazzi) permite que Terezinha (Sabrina Balsalobre) e Milton (Felipe Lima) saiam sozinhos, mas depois se arrepende. Giovani (Edney Giovenazzi) constata com Amália (Betty Faria) que somente Dino (Bruno Bezerra) ficou em casa e reclama da ausência das duas filhas. Egídio (Carlo Briani) diz a Nara (Monica Carvalho) que Claude (Claudio Lins) montou o escritório sem o visto em ordem e afirma que fará de tudo para tomar o dinheiro do gringo, pois é sócio da construtora. Egídio (Carlo Briani) promete que vai se livrar da secretária. Serafina Rosa (Carla Marins) comenta com Pimpinoni (João Acaiabe) que achou a carteira de um americano e que vai devolvê-la. Nara (Monica Carvalho) e Claude (Claudio Lins) se reconciliam. Beto (Fábio Rhoden) pergunta para a irmã Raquel (Marina Stacciarini) se o pai fugiu para não pagar pensão. Beto (Fábio Rhoden) afirma para Elisa (Marcia Kaplun) que a mãe Nara (Monica Carvalho) e o avô Egídio (Carlo Briani) cercam Claude (Claudio Lins) por interesse. Serafina Rosa (Carla Marins) procura Mr. Smith (Roberto Arduim) e devolve a carteira a ele. Mr. Smith (Roberto Arduim) oferece uma recompensa em dinheiro a Serafina Rosa (Carla Marins), mas ela recusa, apesar da vontade de aceitar, para ajudar a família. Egídio (Carlo Briani) demite Serafina Rosa (Carla Marins) e pede que ela saia da empresa e não volte mais. Com sentimento de culpa, Claude (Claudio Lins) concorda com a decisão de Egídio (Carlo Briani) de demitir Serafina Rosa (Carla Marins). Mr. Smith (Roberto Arduim) vê Serafina Rosa (Carla Marins) na antessala da diretoria da construtora, arrumando as coisas da mesa para sair, e a convida para almoçar. Frazão (Toni Garrido) e Claude (Claudio Lins) percebem a intimidade entre a secretária e o milionário, que saem da construtora. O empresário e o advogado ficam estupefatos. Claude (Claudio Lins) se preocupa com o que Serafina Rosa (Carla Marins) vai falar sobre a empresa, funcionários e seu dono.

Capítulo 4, quinta-feira, 04 de março

Afrânio (Nilton Bicudo) vê sua amada Serafina Rosa (Carla Marins) entrando no táxi com um homem mais velho. Joana (Lúcia Alves) ajuda o filho Sérgio (André Cursino) a ensaiar um monólogo de Shakespeare. Claude (Claudio Lins) encontra Nara (Monica Carvalho), Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim) no mesmo restaurante. Janete (Joana Lima Verde) conta a Nara (Monica Carvalho) que Serafina Rosa (Carla Marins) será readmitida por Claude (Claudio Lins).

Claude (Claudio Lins) decide que vai readmitir Serafina Rosa (Carla Marins). Janete avisa Frazão (Toni Garrido) que Serafina Rosa (Carla Marins) está sem celular, e Claude (Claudio Lins) fica desesperado. Claude (Claudio Lins) e Frazão (Toni Garrido) planejam ir atrás de Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Frazão (Toni Garrido) pede para Janete (Joana Lima Verde) dizer a Serafina Rosa (Carla Marins) que ela é uma boa funcionária e que a demissão dela não passou de um engano. Frazão (Toni Garrido), Claude (Claudio Lins) e Janete (Joana Lima Verde) saem à procura do restaurante para onde o estrangeiro levou Serafina Rosa (Carla Marins). Afrânio (Nilton Bicudo) vê Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim) entrar em um táxi. Afrânio (Nilton Bicudo) não acredita no que vê: sua amada Serafina Rosa (Carla Marins) entrando no táxi com um homem mais velho, em pleno horário de trabalho. Claude (Claudio Lins), Frazão (Toni Garrido) e Janete (Joana Lima Verde) pegam outro táxi e perseguem Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Sr. Smith (Roberto Arduim) conversa com Serafina Rosa (Carla Marins) e percebe que ela está preocupada. Giovani (Edney Giovenazzi) reclama de Terezinha (Sabrina Balsalobre), que chegou depois da meia-noite em casa, e de Dino (Bruno Bezerra), que só pensa em jogar bola e vídeo-game. Giovani (Edney Giovenazzi) comenta com Amália (Betty Faria) que um possível despejo não vai ser fácil para as fofoqueiras Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Fraser). Joana (Lúcia Alves) ajuda o filho Sérgio (André Cursino) a ensaiar um monólogo de Shakespeare. Pimpinoni (João Acaiabe) acalma Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Fraser), e explica que Giovani (Edney Giovenazzi) e Amália (Betty Faria), inquilinos oficiais do casarão (cortiço), apenas receberam proposta do inquilino para comprarem o imóvel. Pepa (Jussara Freire) teme acabar morando debaixo de um viaduto. Nara (Monica Carvalho) empresta o carro para o filho Beto (Fábio Rhoden) e sai com Erci (Ana Carolina Lima) para tirar a segunda via da carteira de habilitação, manchada durante a briga com Serafina Rosa (Carla Marins) na loja de tecido. O motorista do táxi de Claude (Claudio Lins) freia para evitar atropelar um carrinho de bebê e perde de vista o táxi de Serafina Rosa (Carla Marins) e Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) se assusta com os preços dos pratos do restaurante de luxo, e recomenda as cantinas do Bexiga ao gringo, que promete ir lá um dia. Frazão (Toni Garrido), Claude (Claudio Lins) e Janete (Joana Lima Verde) acham o restaurante e procuram por Serafina Rosa (Carla Marins), desesperados. Claude (Claudio Lins) não acredita que está à caça de uma “maluquinha, desastrada e destrambelhada”. Janete (Joana Lima Verde) ouve a crítica de Claude (Claudio Lins), que pede para a funcionária não contar nada do que disse. Nara (Monica Carvalho) e Erci (Ana Carolina Lima) especulam se Claude (Claudio Lins) e Serafina Rosa (Carla Marins) têm um caso, e entram no restaurante. Claude (Claudio Lins) encontra Nara (Monica Carvalho) e depois vê Serafina Rosa (Carla Marins), que vira-lhe as costas e volta para a mesa com Mr. Smith (Roberto Arduim). Serafina Rosa (Carla Marins) pede para Mr. Smith (Roberto Arduim) não sair da mesa para falar com Claude (Claudio Lins) e explica que a noiva dele, Nara (Monica Carvalho), “não vai com a cara dela”. Serafina Rosa (Carla Marins) ressalta que ela e Nara (Monica Carvalho) tiveram uma “discussão chata”. Janete (Joana Lima Verde) conta a Nara (Monica Carvalho) que Serafina Rosa (Carla Marins) será readmitida por Claude (Claudio Lins). O empresário fica pálido. Inconformada, Nara (Monica Carvalho) interrompe o almoço, furiosa, e vai para casa. O americano paga a conta e sai do restaurante com Serafina Rosa (Carla Marins), sem Claude (Cláudio Lins) e ninguém ver. Serafina Rosa (Carla Marins) agradece Mr. Smith (Roberto Arduim) por não ter sido vista pela ciumenta Nara (Monica Carvalho). Caminhando pelas ruas de São Paulo, Mr. Smith (Roberto Arduim) faz perguntas à Serafina Rosa (Carla Marins) sobre a construtora. O gringo afirma que ela é uma funcionária honesta e que é a melhor pessoa para falar sobre a empresa de Claude (Claudio Lins). O milionário e a secretária conversam harmoniosamente, em um clima agradável. Afrânio (Nilton Bicudo) conta para as fofoqueiras Pepa (Jussara Freire) e Dona Antonieta (Etty Frazer) e Pimpinoni (João Acaiabe) que viu Serafina Rosa (Carla Marins) e um homem mais velho em um táxi no centro da cidade. Terezinha (Sabrina Balsalobre) ouve tudo. As fofoqueiras comentam que Serafina Rosa (Carla Marins) não é nenhuma santinha e que a relação entre homem mais velho e mulher mais nova é comum. Terezinha (Sabrina Balsalobre) conta aos pais que Serafina Rosa (Carla Marins) foi vista com um homem. Alabá (Patrícia Dejesus) pergunta a Roberta (Isadora Ribeiro) se ela ainda gosta de Claude (Claudio Lins). Nara (Monica Carvalho) conta para o pai Egídio (Carlo Briani) que Serafina Rosa será readmitida e que se sentiu humilhada. Mr. Smith (Roberto Arduim) e Serafina Rosa (Carla Marins) entram no escritório da construtora. Mr. Smith (Roberto Arduim) anuncia para Claude (Claudio Lins) que chegou a uma conclusão.

Capítulo 5, sexta-feira, 05 de março

Mr. Smith (Roberto Arduim) revela a Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) falou bem da construtora e estende o prazo para o francês obter seu visto. Mr. Smith (Roberto Arduim) se despede de Serafina Rosa (Carla Marins) e avisa Claude (Claudio Lins) que ele tem uma “joia preciosa” na empresa. O francês promete cuidar bem dela. Egídio (Carlo Briani) revela para Nara (Monica Carvalho) que contratou uma pessoa para atrasar o processo do visto de permanência de Claude (Claudio Lins). Serafina Rosa (Carla Marins) nega o romance com Mr. Smith (Roberto Arduim) e esclarece tudo a Pepa (Jussara Freire). Serafina Rosa (Carla Marins) conta para Pimpinoni (João Acaiabe) que se sentiu feliz após ser procurada por Claude (Claudio Lins). Frazão (Toni Garrido) propõe a Claude (Claudio Lins) um casamento de aparências com Serafina Rosa (Carla Marins).

Mr. Smith (Roberto Arduim) elogia Serafina Rosa (Carla Marins) e destaca uma qualidade dela: a honestidade. Mr. Smith (Roberto Arduim) revela a Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) falou bem da construtora, de Frazão (Toni Garrido) e de Claude (Claudio Lins), e decide estender o prazo para que o francês providencie seu visto. O americano salienta que a secretária está chateada com Egídio (Carlo Briani) e Nara (Monica Carvalho). Janete (Joana Lima Verde) explica para Serafina Rosa (Carla Marins) que Claude (Claudio Lins) resolveu ir atrás dela, para dizer que não seria despedida e que tudo foi precipitação de Egídio (Carlo Briani). Nara (Monica Carvalho) fica enfurecida com a volta da secretária ao cargo, e promete ao pai Egídio (Carlo Briani) que Claude (Claudio Lins) jamais vai se casar com outra. Roberta (Isadora Ribeiro) afirma para a amiga Alabá (Patrícia Dejesus) que Claude (Claudio Lins) é apenas um amigo. Alabá (Patrícia Dejesus) alerta que percebe uma mudança de comportamento na amiga quando ela fala com o empresário. Mr. Smith (Roberto Arduim) se despede de Serafina Rosa (Carla Marins) e avisa Claude (Claudio Lins) que ele tem uma “joia preciosa” na empresa. O francês promete cuidar bem dela. Gurgel (Daniel Uemura) entrega as flores com a dedicatória “uma rosa com amor” para Serafina Rosa (Carla Marins) e pergunta à colega quando ela pretende apresentar o misterioso namorado. Giovani (Edney Giovenazzi) se preocupa com os comentários no cortiço sobre a filha, que teria um novo homem, e conversa com Amália sobre a felicidade da secretária. Claude (Claudio Lins) explica para Egídio (Carlo Briani) que Serafina Rosa (Carla Marins) é amiga de Mr. Smith (Roberto Arduim), falou bem da empresa a ele, e que não pode ser demitida. Furioso, Egídio (Carlo Briani) entende a situação e sai da sala. Egídio (Carlo Briani) comunica Serafina Rosa (Carla Marins) que não será mais demitida e pede para ela não chegar atrasada ao trabalho. Serafina Rosa (Carla Marins) responde que nunca chegou atrasada na empresa. Egídio (Carlo Briani) revela para Nara (Monica Carvalho) que contratou uma pessoa para atrasar o processo do visto de permanência de Claude (Claudio Lins). Com a demora do visto, Egídio (Carlo Briani) espera que Claude (Claudio Lins) passe a intermediação do negócio para ele e Nara (Monica Carvalho), para poder ter a posse dos US$ 10 milhões. Pepa (Jussara Freire) “interroga” Serafina Rosa (Carla Marins) sobre o misterioso homem do táxi. Serafina Rosa (Carla Marins) nega o romance e esclarece tudo. Afrânio (Nilton Bicudo) confessa para Pepa (Jussara Freire) que é apaixonado por Serafina Rosa (Carla Marins) porque ela é parecida com Bonamina, antigo amor de sua juventude. Serafina Rosa (Carla Marins) conta para Pimpinoni (João Acaiabe) que se sentiu feliz após ser procurada por Claude (Claudio Lins) por vários restaurantes e de ter sido defendida por ele na empresa. Pimpinoni (João Acaiabe) percebe que a amiga está apaixonada pelo empresário. Nara (Monica Carvalho), deslumbrante e bem-humorada, influenciada pelos planos do pai, anuncia aos filhos Beto (Fábio Rhoden) e Raquel (Marina Stacciarini) que daqui para frente será uma mulher prática e objetiva. Giovani (Edney Giovenazzi) se incomoda com o agarramento de Terezinha (Sabrina Balsalobre) e Milton (Felipe Lima) no sofá. Nara (Monica Carvalho) liga para Claude (Claudio Lins), Dádi (Mila Ribeiro) atende e passa o telefone ao empresário. Nara (Monica Carvalho) seduz Claude (Claudio Lins), dizendo que o perdoou pela readmissão da secretária. Nara (Monica Carvalho ) faz o empresário procurá-la e, depois de desligar o telefone, comemora a vitória com o pai, de olho nos milhões de dólares. Serafina Rosa (Carla Marins) prova um vestido de casamento para a costureira e ex-atriz Joana (Lúcia Alves). Sérgio (André Cursino) conta para a mãe Joana (Lúcia Alves) que recusou uma proposta indecente para entrar no elenco de um filme internacional. Serafina Rosa (Carla Marins) chora por sua solidão, depois de ver um filme com casamento e final feliz. Frazão (Toni Garrido) sugere a Claude (Claudio Lins) contratar uma noiva de mentira para conseguir o visto logo. Claude (Claudio Lins) espirra. Frazão (Toni Garrido) propõe ao francês um casamento de aparências com Serafina Rosa (Carla Marins).

Capítulo 6, sábado, 06 de março

Frazão sugere que Claude dê R$ 1 milhão à Serafina Rosa (Carla Marins), em troca do casamento de mentira. Antoninho (Rubens Caribé) afirma que existe apenas uma saída a Giovani (Edney Giovenazzi) para ele não ser despejado: comprar o casarão. Frazão (Toni Garrido) aposta com Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) aceitará a proposta de casamento de aparências, para poder comprar o imóvel do Bexiga e ajudar sua família e os vizinhos. Claude (Claudio Lins) pede Roberta (Isadora Ribeiro) em casamento, mas a atriz está em processo de divórcio e recusa. Joana (Lúcia Alves) pede para Sérgio (André Cursino) jamais deixar de ter dignidade e não se vender, em sua carreira de ator. Beto (Fábio Rhoden) pergunta para Nara (Monica Carvalho) se foi adotado ou se não é filho biológico de Carlos. Depois de espirrar, Claude (Claudio Lins) pede Serafina Rosa (Carla Marins) em casamento.

Frazão (Toni Garrido) avisa Claude (Claudio Lins) que Serafina Rosa (Carla Marins) precisa de um milhão de reais para comprar o casarão do Bexiga e salvar a família e seus vizinhos do despejo. O advogado da construtora sugere que o francês dê um milhão de reais à secretária, em troca do casamento de mentira. Giovani (Edney Gionenazzi) e o advogado Antoninho (Rubens Caribé), irmão mais velho de Milton (Felipe Lima), conversam sobre o despejo. Antoninho (Rubens Caribé) afirma que existe apenas uma saída a Giovani (Edney Giovenazzi): comprar o casarão. Egídio (Carlo Briani) alerta Nara (Monica Carvalho) que suas reservas de dinheiro estão chegando ao fim. Para ele, os US$ 10 milhões de Mr. Smith (Roberto Arduim) são a salvação da família. Egídio (Carlo Briani) relembra que Beto (Fábio Rhoden) não é filho de Nara (Monica Carvalho), mas de um amante, e reforça que a filha não pode deixar Claude (Claudio Lins) casar de mentira. Em conversa com Claude (Claudio Lins), Frazão (Toni Garrido) aposta que Serafina Rosa (Carla Marins) aceitará a proposta de casamento de aparências, para poder comprar o imóvel do Bexiga. Roberta (Isadora Ribeiro) avisa Claude (Claudio Lins) que não conseguiu a liberação do visto, porque o empresário tem um antecedente criminal, de uma época que dirigiu bêbado pelas ruas da França, nos tempos de juventude, e foi pego pela polícia. Claude (Claudio Lins) pede Roberta (Isadora Ribeiro) em casamento, mas a atriz, argelina, está em processo de divórcio e recusa. Sem outra opção, Claude (Claudio Lins) aceita pagar um milhão de reais para casar com Serafina Rosa (Carla Marins). Joana (Lúcia Alves) pede para Sérgio (André Cursino) jamais deixar de ter dignidade e não se vender, em sua carreira de ator. Antoninho (Rubens Caribé) avisa aos moradores que eles terão que deixar o cortiço, se Giovani (Edney Giovenazzi) não comprar o casarão. Claude lembra Frazão (Toni Garrido) que Serafina Rosa (Carla Marins) tem um namorado que manda flores todos os dias. Frazão (Toni Garrido) responde que o tal sujeito nunca liga nem aparece. Milton (Felipe Lima) esbarra em Raquel (Marina Stacciarini) e tenta seduzir a garota. Frazão (Toni Garrido) revela a proposta de casamento de aparências, com pagamento de um milhão de reais, para Serafina Rosa (Carla Marins). Ela fica surpresa. Giovani (Edney Giovenazzi) sai para vender balas na saída do colégio, enquanto Amália (Betty Faria) fica no cortiço, rezando para Santo Antônio casar Serafina Rosa (Carla Marins). A secretária responde a Frazão (Toni Garrido) que quer ouvir a proposta do próprio Claude (Claudio Lins). Frazão (Toni Garrido) chama Claude (Claudio Lins) por telefone. Beto (Fábio Rhoden) informa para mãe Nara (Monica Carvalho) que seu pai Carlos enviou um e-mail afirmando que tem sangue O positivo. Beto (Fábio Rhoden) fala para a mãe que não pode ser filho dela, pois tem sangue A positivo, e conclui que foi adotado ou não é filho biológico de Carlos. Claude (Claudio Lins) chega ao topo do edifício e entra no heliponto. Frazão (Toni Garrido) deixa o local. Depois de espirrar, Claude (Claudio Lins) pede Serafina Rosa (Carla Marins) em casamento.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SBT

O Blog Multigolb não se responsabiliza por alterações que possam ocorrer devido a edição da novela.

Postado por Cleberson

Entrevista com Tiago Santiago e Del Rangel

01/03/2010 Comentários desligados

Entrevista com Tiago Santiago

Como é adaptar uma novela que foi sucesso nos anos 70?

É uma grande alegria fazer este remake, esta nova versão de “Uma Rosa com Amor”, grande sucesso de Vicente Sesso. Vi a novela em 1972, quando tinha 9 anos, e guardei dela uma doce lembrança. Tenho agora a enorme responsabilidade de apresentar a novela para as novas gerações, com a certeza de que fará de novo muito sucesso, por ser uma história linda, plena de peripécias cômicas, com carpintaria dramática magistral, personagens humanos e cheios de graça. Enfim, este trabalho tem sido uma delícia, tem me dado muito prazer, e estou certo de que novamente encantará e alegrará as noites das famílias brasileiras, como fez há mais de trinta anos.

Quais as principais mudanças que fez no texto? Criou personagens novos?

A principal mudança é trazer o texto para a atualidade. Conversei muito com o Vicente Sesso, para quem estou fazendo esta homenagem em vida, grato pela oportunidade que me deu, autorizando a minha adaptação, confiando no meu talento. Quero dar a ele e ao povo brasileiro o prazer de rever ou conhecer “Uma Rosa com Amor”, peripécia por peripécia, respeitando a brilhante carpintaria dramática deste genial autor, que escreveu também outros sucessos, que futuramente devem ser apresentados pelo SBT, “Minha Doce Namorada” e “Pigmaleão 70”. Os temas da novela – mulher solteirona em busca de um grande amor, família italiana em São Paulo, problemas de habitação, diferenças de classe social – são universais, e por isso estou fazendo uma adaptação muito fiel e respeitosa de “Uma Rosa com Amor”. As novelas hoje têm mais tempo no ar do que tinham em 1972. Naquela época era 30 minutos, hoje é uma hora no ar. Então tenho escrito cenas que ficavam na elipse, no original, ou cenas intermediárias, que mantêm a coerência da estrutura original. Também criei antecedentes da ação para personagens como o Sérgio (André Cursino na atual versão e Marcos Paulo na versão de 1972), que entrava no capítulo 50, e agora apresento desde o começo da novela. Criei apenas dois personagens inteiramente novos, que são as crianças Joãozinho e Miriam, netos de Antonieta (Etty Frazer), que buscam um tesouro no cortiço do Bexiga. Todos os outros personagens já estavam na novela original.

Como é escrever em parceria com Renata Dias Gomes e Miguel Paiva?

Está sendo uma delícia. Renata cresceu lendo os capítulos de seus avós – Janete Clair e Dias Gomes – em sua casa, e apesar de tão nova, mostra já um domínio consistente da teledramaturgia de novelas. É espantosamente rápida e eficiente e tem sido de grande ajuda. Miguel Paiva – criador de grandes sucessos, como cartunista e dramaturgo (exemplos, Radical Chic e Gatão de Meia Idade) – é um talento de humor, com grandes tiradas, reconhecido nacionalmente. É uma honra radicalmente chique tê-lo na equipe e uma grata satisfação poder abrir esta nova perspectiva de novelista para ele.

Quais os cuidados para escrever um texto de comédia?

A comédia deve ser bem urdida, verossímil, profundamente humana, para alcançar corações e mentes. A novela original do Vicente Sesso é genial, brilhante. Ele e Cassiano Gabus Mendes formataram o horário das 19h para o gênero. Sinto-me bebendo na fonte mais pura e cristalina da comédia, aprendendo a fazer as novelas que amava na minha infância, com violência perto de zero, e humanidade a mil.

Quais as expectativas para a estreia e como acha que os telespectadores vão receber a trama?

Minhas expectativas são as melhores possíveis. Eu e Del Rangel conseguimos reunir um elenco maravilhoso. A equipe de diretores tem se esmerado em produzir imagens lindas. Cenários, figurinos, arte, trilha, luz, tudo será da melhor qualidade. Creio que “Uma Rosa com Amor” será um grande sucesso. Vai mais uma vez encantar o Brasil com sua história cheia de graça.

Entrevista com Del Rangel

Como avalia o remake de “Uma Rosa com Amor”?

Remake sempre é bem-vindo. Grande parte dos grandes sucessos mundiais do cinema são reprises, a indústria cinematográfica bebe dessa fonte também. Agora estou dirigindo “Uma Rosa com Amor”, de um grande dramaturgo, Vicente Sesso, e adaptado por um talentoso autor, Tiago Santiago, que escreveu grandes sucessos. Ele está mantendo as qualidades do humor e os núcleos dramáticos da trama anterior, trazendo a novela para o dia a dia de hoje, sem perder a essência do folhetim do passado.

Você preserva a linguagem daquela novela de 1972?

Temos muito cuidado na direção, para não deixar perder a ingenuidade e a inocência da época. Agora, a violência está mais permeada no cotidiano, naquela época não era assim. Era um clima mais romântico. Estamos mantendo essa singeleza de uma maneira que fique crível para o telespectador de hoje.

Esse romantismo ingênuo deve atrair o público?

Sim, porque no fundo a novela é parecida com a comédia romântica, mas não chega a ser comédia. É uma novela romântica bem-humorada. Comédia é uma palavra que arremete a uma sucessão de risos, o telespectador espera que vá rir o tempo inteiro. “Uma Rosa com Amor” é diferente, é uma novela, com dramas e sofrimentos, mas é extremamente romântica e bem-humorada.

A versão de “Uma Rosa com Amor” do SBT tem atores experientes, como Betty Faria e Edney Giovenazzi. Como define o elenco?

É estelar. A emissora investiu, fomos buscar nomes de grande envergadura da teledramaturgia brasileira. Vale a pena conferir a partir do primeiro capítulo, no dia 1º de março. O SBT foi arrojado. Minha expectativa é otimista. A média de nossas novelas é de 6 a 8 pontos. Com este casting, a possibilidade da emissora atingir mais sucesso.

Você tem uma história no SBT. Como avalia a teledramaturgia da emissora?

Dirigi minha primeira novela (“Joana”, 1984) aqui no SBT. Na época de “Éramos Seis”, em 1994, eu estava aqui, quando começou o núcleo de teledramaturgia. O diretor-geral era Nilton Travesso. Trabalhei aqui até 1997 e depois fui para o Cinema e para a vida. Voltei em 2009. A proposta é continuar no núcleo e fazer o SBT crescer, consolidar a teledramaturgia da casa. E fazer dois horários de telenovela, depois de atingir os dois dígitos de audiência. Estamos dando uma cara nova à teledramaturgia do SBT. As novelas já estão entrando na era da alta definição. Vamos chegar longe.

O que o público pode esperar da novela “Uma Rosa com Amor”?

Uma história romântica e extremamente bem-humorada. O telespectador poderá sentar na sala com a família e se divertir. Uma novela linda, com luz, cenário e figurino maravilhosos. E atores competentes.

Ficha Técnica “Uma Rosa com Amor”

Livremente inspirada na obra de Vicente Sesso

Versão de

Tiago Santiago

Colaboração

Renata Dias Gomes

Miguel Paiva

Direção Geral de Teledramaturgia

Del Rangel

Direção de Cenografia

Silvia Gandolfi

Direção de Arte

Paula Utimura

Direção de Figurino

Jeane Figueredo

Direção de Fotografia

Elvio Guedes

Direção de Elenco

Tina P. Couto

Direção Musical

Laercio Ferreira

Trilha Sonora Original

Rafael Righini

Produção Executiva

Claudia Simões

Supervisão de Edição

Guilherme Del Corso

Supervisão de Operações

Sérgio Farrajota e Orlando Afonso

Direção

Rodolfo Silot e Luiz Antônio Piá

Diretores Assistentes

Renato Simões e Roberto Menezes

Gerência de Produção

Vicente Mello

Elenco – Atores e Personagens

Casal Protagonista

Carla Marins – Serafina Rosa

Claudio Lins – Claude Antoine

Núcleo do Cortiço – Família Petroni

Betty Faria – Amália Petroni

Edney Giovenazzi – Giovani Petroni

Sabrina Balsalobre – Terezinha

Bruno Bezerra – Dino

Núcleo do Cortiço – Moradores

João Acaiabe – Pimpinoni

Lúcia Alves – Joana

Nilton Bicudo – Afrânio

Etty Fraser – Antonieta

Jussara Freire – Pepa

Elam Lima – Colibri

João Pedro Carvalho – Joãozinho

Pietra Pan – Miriam

Núcleo da Empresa

Toni Garrido – Frazão

Renato Scarpin – Freitas

Roberto Arduim – Mr. Smith

Maria Claudia – Mrs. Smith

Joana Lima Verde – Janete

Daniel Uemura – Gurgel

Vanessa Kseib – Silvia

Núcleo Paranhos de Vasconcellos

Carlo Briani – Egídio

Mônica Carvalho – Nara Paranhos de Vasconcellos

Fábio Rhoden – Beto

Marina Stacciarini – Raquel

Marcia Kaplun – Elisa

Núcleo da Casa de Roberta

Isadora Ribeiro – Roberta Vermont

Patrícia Dejesus – Alabá

Ana Carolina Lima – Ercy

Gisele Fraga – Alzira

André Cursino – Sérgio

Luciana Vendramini – Ninica

Núcleo da Casa de Milton

Felipe Lima – Milton

Clarisse Abujamra – Catarina

Rubens Caribé – Antoninho

Rubens Caribé – Hugo

Casa de Claude

Mila Ribeiro – Dádi

Fonte: SBT

Postado por Cleberson

UMA ROSA COM AMOR RESGATA ROMANTISMO

01/03/2010 Comentários desligados

A nova versão de “Uma Rosa com Amor”, escrita por Tiago Santiago com a colaboração de Renata Dias Gomes e Miguel Paiva, e direção geral de Del Rangel, traz à teledramaturgia do SBT uma estrutura dramática com perspectiva doce e bem humorada sobre a vida de personagens inspiradas na realidade. Texto original de Vicente Sesso, exibido na década de 70, “Uma Rosa com Amor” estreia na segunda-feira, 1º de março, às 20h15.

“Assisti a novela em 1972, quando tinha 9 anos, e guardei dela uma doce lembrança. Tenho agora a enorme responsabilidade de apresentar a novela para as novas gerações. A história é linda, plena de peripécias cômicas, com carpintaria dramática magistral. Estou certo de que a trama vai encantar e alegrar as noites das famílias brasileiras, como fez há mais de trinta anos”, comenta o autor Tiago Santiago.

Os protagonistas são Claude (Claudio Lins) e Serafina Rosa (Carla Marins). Ele é um empresário francês que precisa de visto para permanecer no Brasil e receber investimento americano para seus negócios no país. Ela é a secretária atrapalhada e engraçada, que aceita um casamento de aparências. Romântica, manda rosas para si mesma com a dedicatória “uma rosa com amor”, para esconder sua solidão das colegas. Em troca da falsa união, Serafina Rosa recebe dinheiro para salvar os pais e os amigos vizinhos de um cortiço no Bixiga, em São Paulo, ameaçados de despejo. Em suma, a trama aborda temas universais, como amor, casamento, família, disputas, traições, cobiça, solidariedade, escolhas de vida e amizades.

Com a influência do neorealismo, a graça da trama está nos tipos verossímeis com tom de comicidade, como a moça que ficou traumatizada depois de uma decepção amorosa, o fanho, a nova rica ambiciosa e fútil, o sócio malandro que só pensa em levar vantagem e um pai excessivamente zeloso por seus filhos.

Na nova versão é mantida a estrutura dramática, com a sucessão de peripécias da original. Alguns diálogos são adaptados quando necessários, pois a linguagem, os termos e as gírias utilizados no original não são usados em nossos dias, mas preservam a essência pura, doce e romântica do roteiro original de “Uma Rosa com Amor”.

“A principal mudança é trazer o texto para a atualidade. Conversei muito com o Vicente Sesso, para quem estou fazendo esta homenagem em vida, grato pela oportunidade que me deu, autorizando a minha adaptação e confiando no meu talento. Quero dar a ele e ao povo brasileiro o prazer de rever ou conhecer ‘Uma Rosa com Amor’”, afirma Tiago Santiago.

Com a evolução da linguagem televisiva, o folhetim de Vicente Sesso ganha cenas adicionais por capítulos, que tinham 30 minutos de duração na época. O tempo de arte da novela foi modificado para 60 minutos. “Estou fazendo uma adaptação fiel e respeitosa de ‘Uma Rosa com Amor’. As novelas hoje têm mais tempo no ar do que tinham em 1972. Então, tenho escrito cenas novas que mantêm a coerência e estrutura do contexto original”, explica Tiago Santiago.

O autor inclui tramas paralelas novas, que são intercaladas com as do original. Uma delas é inspirada na obra de William Shakespeare, “A Comédia dos Erros”, e dá novas funções a personagens que já existiam na obra de Vicente Sesso.

Em sua cidade cenográfica, o SBT construiu um cortiço inspirado na moradia coletiva da Vila Itororó no bairro do Bixiga, em São Paulo. A rua pobre, com boteco popular, dá entrada para o cortiço. Com aparência de vila, cada barraco tem portas e janelas próprias. Uma profusão de cores, com varal de roupas no pátio, tanques e plantas simulam tal atmosfera com alegria e calor, representando fielmente a moradia de imigrantes e migrantes, personagens da novela.

As gravações externas de “Uma Rosa com Amor” ocorrem em lugares célebres da capital paulista, como a Rua 13 de Maio e a Igreja Nossa Senhora da Achiropita, no bairro do Bixiga. Os bairros Higienópolis e a Vila Olímpia também estão entre os cenários da novela. As praias do litoral norte e um lindo resort em Itu, no interior de São Paulo, enredam a história com belas imagens – um contraponto à paisagem urbana paulista. Além do cortiço na cidade cenográfica, 11 cenários foram construídos dentro dos estúdios da emissora.

Com atmosfera divertida, a trama deixa clara a distinção entre os núcleos pobre (do cortiço, no bairro do Bixiga) e rico (dos bairros Higienópolis e Vila Olímpia), além das personagens da classe média.  “Agora, a violência está mais permeada no cotidiano, naquela época não era assim. Era um clima mais romântico. Estamos mantendo essa singeleza de uma maneira que fique crível para o telespectador de hoje”, afirma o diretor-geral Del Rangel.

A história de amor de Serafina Rosa (Carla Marins) e Claude (Claudio Lins) é inspiradora, com muito romantismo e comicidade. “Uma Rosa com Amor” recupera a tradição da novela romântica bem-humorada para toda a família.

Sinopse da Trama Central

Serafina Rosa Petroni (Carla Marins), secretária, está solteira e sem namorado desde que se separou do noivo, que a deixou às vésperas do casamento. Ela afirma com veemência que nunca mais vai se casar, e todos do cortiço onde ela mora acreditam. Serafina (Carla Marins) é romântica e atrapalhada.

Seus pais são Giovani (Edney Giovenazzi) e Amália (Betty Faria), de origem italiana e família conservadora. O patrão de Serafina, Claude (Claudio Lins), francês de nascimento, precisa se casar com urgência para conseguir o visto no passaporte e ficar no Brasil.

A urgência é por conta de um investimento milionário que a empresa do americano Mr. Smith (Roberto Arduim) pretende fazer no Brasil, por meio de um sócio de confiança. Se Claude (Claudio Lins) conseguir ficar no Brasil, vai ganhar muito dinheiro. Traído por gente de sua confiança – sua namorada Nara (Mônica Carvalho) e o pai dela, Egídio (Carlo Briani) – sem saber, Claude (Claudio Lins) percebe que não conseguirá o visto por conta própria, a menos que se case com urgência.

A namorada de Claude (Claudio Lins), no começo da novela, é Nara (Mônica Carvalho). Ela e seu pai Egídio (Carlo Briani) tramam secretamente para ficar com a fortuna dos americanos. Nara (Mônica Carvalho) está em processo de divórcio com o marido desaparecido, Carlos, e por isso não pode se casar com Claude (Claudio Lins).

A solução encontrada por Frazão (Toni Garrido), advogado, amigo e conselheiro de Claude (Claudio Lins), é promover um casamento de aparências entre o francês e a secretária “encalhada” Serafina Rosa (Carla Marins).

A decisão de Serafina (Carla Marins) impele na ação de despejo de sua família e amigos, que alugam quartos no cortiço. O “casamento de mentira” aproxima a secretária atrapalhada e o empresário francês.

Breve Perfil dos Personagens

Fonte: SBT

Postado por Cleberson

Quase Anjos, a nova novela da Band

28/02/2010 Comentários desligados

A turma de "Quase Anjos"

Sucesso teen argentino entra no lugar de Isa TKM, às 20h15

A Band escolheu um novo sucesso teen para substituir Isa TKM na faixa das 20h15. “Quase Anjos” (Casi Ángeles), novela juvenil argentina que conquistou os jovens em mais de dez países, estreia no dia 15 de março na emissora.

Criada por Cris Morena, (mesma produtora de Floribella, Chiquititas e Rebeldes) a história de Quase Anjos mistura aventura, música e fantasia, ingredientes que já provaram agradar em cheio o público infanto-juvenil. Na Argentina, por exemplo, o TeenAngels, grupo musical que se formou a partir da novela, também virou um fenômeno, com vendas recordes de CDs e lotando teatros com suas apresentações.

No ar desde 2007 pelo canal argentino Telefe, Quase Anjos se transformou em uma das novelas teens mais assistidas da América Latina nos últimos anos. Além da Argentina, a trama protagonizada por Nicolás Vázquez e Emilia Attias possui um grande público espalhado pela Europa, América e Ásia, principalmente em Israel. Na Band, chega para atender a um público que tem recebido atenção especial da emissora. “Sempre teremos produtos voltados para a faixa infanto-juvenil, é uma parcela importante da audiência e queremos nos identificar cada vez mais com este público”, afirma Hélio Vargas, diretor geral artístico e de programação da Band. “Quase Anjos” será exibida de segunda a sexta-feira às 20h15.

Fonte: Band

Postado por Cleberson

[TV] Vinícius Ricci fala do desafio de interpretar Felipe

19/01/2010 3 comentários

Vinícius Ricci fala do desafio de interpretar Felipe<br> Por Adolfo Nomelini

Em 2009, Vinícius Ricci teve um dos maiores desafios de sua carreira. Em Vende-se Um Véu de Noiva, o ator interpretou Felipe, personagem que teve sérios com as drogas. Em entrevista exclusiva ao site do SBT, ele falou sobre a carreira e contou detalhes sobre o papel.

Qual o maior desafio em interpretar o Felipe?
Quando eu comecei a ler os roteiros e percebi que o personagem ganhava novos rumos e adquiria muitos conflitos, me dei conta que seria o personagem mais difícil a enfrentar nesses 11 anos de carreira. O Felipe tem muitos conflitos, a ausência do pai, a morte da mãe, o que de certa forma o leva para as drogas de maneira indireta. Esse é o maior desafio, as drogas, não é fácil interpretar um personagem muito oposto daquilo que você é, “politicamente correto”. Sou muito grato a Iris Abravanel e aos diretores da novela. Fico feliz em saber que acreditaram em mim.

Como você se preparou para o papel?
Eu iniciei um trabalho que costumam chamar de laboratório. Esse trabalho de laboratório consiste simplesmente em você fazer uma “partitura” do personagem. No caso do Felipe, essa partitura deveria ser composta levando em conta acontecimentos até chegar ao presente e o que vai acontecer futuramente.

Não é raro encontrar adolescentes viciados em drogas. Qual a importância de levar ao público este problema?
O objetivo principal não é julgar e nem crucificar adolescentes viciados em drogas, mas fazê-los perceber que é um caminho que não tem volta, e que se eles estiverem dispostos podem mudar a realidade, porque querendo ou não eles só não acabam com a própria vida como influenciam diretamente as pessoas mais próximas.

Você conhece alguém que tenha superado o problema das drogas?
Eu não tive contato direto com dependentes e nem com alguém que já usou ou experimentou, mas ouvi histórias e relatos de pessoas que conseguiram parar.

Como foi a sua preparação a nova fase do personagem, quando ele descobriu que estava com AIDS?
É mais uma etapa difícil para enfrentar. É parar para pensar o que aconteceria com um adolescente no começo da vida se descobrisse que tem uma doença que não tem cura, que não prevê tempo de vida. Eu me coloquei no lugar do personagem, imaginei o que seria da minha vida se eu descobrisse que tenho o HIV, é uma sensação horrível, é quase que impossível de imagina. Não há palavras para descrever, é um caminho à depressão, a autoestima se perde, parece que tudo acaba, sonhos, planos, tudo tem fim.

Como tem foi a repercussão nas ruas?
Varia de pessoa a pessoa. Normalmente as pessoas me parabenizam por atuar bem, percebem que é um papel bem difícil de ser realizado. Mas outras não fazem um critica ou um elogio partindo pela construção do personagem, apenas acham que estar na televisão já é uma grande virtude. Ouve-se por ai, “olha o drogadinho da novela, aquele que fica maltratando a namorada e só dá problema para o pai”, mas isso já é um bom sinal, porque de alguma forma eles perceberam o conflito, viram que era um drogado, já é uma grande vitoria, é gratificante.

Quais os próximos planos para a carreira?
Eu sempre busquei estudar muito. Ser ator requer muito conhecimento, requer paciência e sabemos que é um eterno exercício, será sempre estudar e estudar, porque nunca estarei completo. Vou fazer cinema, mas pretendo um dia fazer EAD, viajar para fora do país e ver como é o cinema por lá. Estou ingressando na segunda temporada do 9mm, uma serie na FOX e vou continuar com cursos, workshops, publicidade, teatro, locuções, enfim, tudo que relacionar atuação, direção, tudo que relacionar teatro, TV e cinema que é o que eu quero.

Fonte: SBT

[TV] Uma Rosa Com Amor: vem aí a nova novela do SBT

15/01/2010 Comentários desligados

Inspirada no original de Vicente Sesso, Uma Rosa Com Amor, nova novela do SBT, ganha nova versão de Tiago Santiago, com a colaboração de Renata Dias Gomes e direção-geral de Del Rangel.

A novela trata de temas universais: amor, casamento, família, disputas, traições, cobiça, solidariedade, escolhas de vida e amizades. As questões serão abordadas por uma perspectiva doce e bem humorada, inspiradas na realidade.

Seguindo referências do neo-realismo, Uma Rosa Com Amor procura a graça de perfis verossímeis, ainda que cômicos, como a moça que ficou sem namorar depois de uma grande decepção amorosa, o fanho, a nova rica ambiciosa e fútil, o sócio malandro que quer levar a melhor e o pai excessivamente zeloso por suas filhas.

No elenco estão grandes nomes como Carla Marins, Betty Faria, Jussara Freire, Etty Fraser, Toni Garrido, Luciana Vendramini, Mônica Carvalho, Edney Giovenazzi, João Acaiabe, Lúcia Alves, Nilton Bicudo, Roberto Arduim, Maria Claudia, Daniel Uemura,  Greta Antoine, Marcia Kaplun, Isadora Ribeiro, Patrícia Dejesus, Ana Carolina Lima, Gisele Fraga, Clarisse Abujamra e Rubens Caribé.

Fonte: SBT

Confira a programação da Rede Globo de 09/01 a 15/01/2010

Atenção

A grade abaixo é relativa à programação praticada no fuso horário de Brasília.

As emissoras com fuso horário diferenciado terão uma grade de exibição ajustada às suas necessidades locais.

SÁBADO 09/01/2010

06.05 – Globo Educação

06.30 – Globo Ciência

06.50 – Globo Ecologia

07.15 – Globo Universidade

07.40 – Ação

08.05 – TV Globinho

11:35 – Hannah Montana

12.00 – Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Estrelas

14.30 – Sessão de Sábado. Filme: Férias No Trailer (Exibição em HD) ***

16.10 – Globo Notícia

16.14 – Caldeirão do Huck

18.15 – Cama de Gato

19.00 – Praça TV – 2ª Edição**

19.15 – Caras & Bocas

20.15 – Jornal Nacional

20.50 – Viver a Vida

21.55 – Zorra Total

23.00 – Supercine. Filme: O Último Rei da Escócia (Exibição em HD) ***

01.05 – Altas Horas

03.05 – Uma Família da Pesada

03.30 – Corujão

DOMINGO 10/01/2010

05.45 – Santa Missa (Exceto São Paulo)

05.45 – Santa Missa com Padre Marcelo – (Somente para São Paulo)

06.45 – Sagrado

06.55 – Globo Comunidade (Exceto São Paulo)

06.55 – Antena Paulista – (Somente para São Paulo)

07.30 – Pequenas Empresas

08.00 – Globo Rural

08.55 – Auto Esporte

09.30 – Esporte Espetacular

12.30 – Desenho Especial – Monstros Versus Alienígenas (Exibição em HD)

12.50 – Ger@l.com

13.30 – A Turma do Didi

14.05 – Os Caras de Pau

14.50 – Temperatura Máxima. Filme: a programar ***

16.56 – Globo Notícia

16.59 – Domingão do Faustão

20.45 – Fantástico

23.05 – Domingo Maior. Filme: a programar ***

00.40 – Sessão de Gala. Filme: Could Mountain (Exibição em HD) ***

03.10 – Corujão

SEGUNDA 11/01/2010

05.00 – Telecurso Educação Básica – Tecendo o Saber

05.15 – Telecurso Profissionalizante

05.35 – Telecurso Ensino Médio

05.50 – Telecurso Ensino Fundamental

06.05 – Sagrado

06.10 – Globo Rural

06.30 – Bom Dia Praça*

07.15 – Bom Dia Brasil

08.08 – Radar

08.13 – Mais Você

09.36 – Globo Notícia I

09.41 – TV Globinho

12.00 – Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Vídeo Show

14.30 – Vale a Pena Ver de Novo – Alma Gêmea

15.45 – Sessão da Tarde. Filme: Doze é Demais (Exibição em HD) ***

17.28 – Globo Notícia II

17.31 – Malhação ID

18.00 – Cama de Gato

18.50 – Praça TV – 2ª Edição**

19.05 – Tempos Modernos

20.15 – Jornal Nacional

20.50 – Viver a Vida

22.05 – Tela Quente . Filme: Os Incríveis ***

00.05 – Jornal da Globo

00.40 – Lost

01.30 – Sessão Brasil. Filme: Bendito Fruto (Exibição em HD) ***

03.05 – Corujão

TERÇA 12/01/2010

05.05 – Telecurso Educação Básica – Tecendo o Saber

05.20 – Telecurso Profissionalizante

05.35 – Telecurso Ensino Médio

05.50 – Telecurso Ensino Fundamental

06.05 – Sagrado

06.10 – Globo Rural

06.30 – Bom Dia Praça*

07.15 – Bom Dia Brasil

08.08 – Radar

08.13 – Mais Você

09.35 – Globo Notícia I

09.38 – TV Globinho

12.00- Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Vídeo Show

14.30 – Vale a Pena Ver de Novo – Alma Gêmea

16.00 – Sessão da Tarde. Filme: O Pequeno Stuart Little ***

17.31 – Globo Notícia II

17.34 – Malhação ID

18.05 – Cama de Gato

18.50 – Praça TV – 2ª Edição**

19.10 – Tempos Modernos

20.15 – Jornal Nacional

20.50 – Viver a Vida

22.00 – Big Brother Brasil 10

22.50 – Festival de Sucessos. Filme: O Pequenino (Exibição em HD) ***

00.45 – Jornal da Globo

01.15 – Lost

02.10 – Intercine   1ª  opção: Quase Famosos ***

opção: Diabolique ***

QUARTA 13/01/2010

05.05 – Telecurso Educação Básica – Tecendo o Saber

05.20 – Telecurso Profissionalizante

05.35 – Telecurso Ensino Médio

05.50 – Telecurso Ensino Fundamental

06.05 – Sagrado

06.10 – Globo Rural

06.30 – Bom Dia Praça*

07.15 – Bom Dia Brasil

08.08 – Radar

08.13 – Mais Você

09.35 – Globo Notícia I

09.38 – TV Globinho

12.00- Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Vídeo Show

14.30 – Vale a Pena Ver de Novo – Alma Gêmea

16.05 – Sessão da Tarde. Filme: Simão, O Fantasma Trapalhão ***

17.33 – Globo Notícia II

17.37 – Malhação ID

18.05 – Cama de Gato

18.50 – Praça TV – 2ª Edição**

19.10 – Tempos Modernos

20.15 – Jornal Nacional

20.50 – Viver a Vida

22.00Big Brother Brasil 10

22.45 – Festival de Sucessos. Filme: Efeito Borboleta (Exibição em HD) ***

00.40 – Jornal da Globo

01.15 – Lost

02.05 – Intercine   1ª opção: A Rede 2.0  ***

opção: Por Conta do Destino ***

QUINTA 14/01/2010

05.00 – Telecurso Educação Básica – Tecendo o Saber

05.15 – Telecurso Profissionalizante

05.35 – Telecurso Ensino Médio

05.50 – Telecurso Ensino Fundamental

06.05 – Sagrado

06.10 – Globo Rural

06.30 – Bom Dia Praça*

07.15 – Bom Dia Brasil

08.08 – Radar

08.13 – Mais Você

09.35 – Globo Notícia I

09.39 – TV Globinho

12.00- Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Vídeo Show

14.30 – Vale a Pena Ver de Novo – Alma Gêmea

16.00 – Sessão da Tarde. Filme: O Mar Não Está Pra Peixe ***

17.31 – Globo Notícia II

17.34 – Malhação ID

18.05 – Cama de Gato

18.50 – Praça TV – 2ª Edição

19.10 – Tempos Modernos

20.15 – Jornal Nacional

20.30 – Horário Político – PT do B

20.35 – Jornal Nacional

21.00 – Viver a Vida

22.10 – Big Brother Brasil 10

22.55 – Festival de Sucessos. Filme: Bandidas (Exibição em HD) ***

00.30 – Jornal da Globo

01.00 – Lost

01.50 – Intercine 1ª opção: Assassinato no Presídio ***

opção: Uma Loucura de Casamento ***

03.35 – Corujão

SEXTA 15/01/2010

05.00 – Telecurso Educação Básica – Tecendo o Saber

05.15 – Telecurso Profissionalizante

05.35 – Telecurso Ensino Médio

05.50 – Telecurso Ensino Fundamental

06.05 – Sagrado

06.10 – Globo Rural

06.30 – Bom Dia Praça*

07.15 – Bom Dia Brasil

08.08 – Radar

08.13 – Mais Você

09.35 – Globo Notícia I

09.38 – TV Globinho

12.00- Praça TV – 1ª Edição**

12.45 – Globo Esporte

13.15 – Jornal Hoje

13.45 – Vídeo Show

14.35 – Vale a Pena Ver de Novo – Alma Gêmea

15.55 – Sessão da Tarde. Filme: Zoom: Academia de Super Heróis (Exibição em HD) ***

17.32 – Globo Notícia II

17.35 – Malhação ID

18.05 – Cama de Gato

18.55 – Praça TV – 2ª Edição**

19.10 – Tempos Modernos

20.15 – Jornal Nacional

20.55 – Viver a Vida

22.05 – Big Brother Brasil 10

22.30 – Globo Repórter

23.20 – Festival de Sucessos. Filme: O Último Golpe (Exibição em HD) ***

00.50 – Jornal da Globo

01.25 – Lost

02.15 – Intercine 1ª opção: Os Esquecidos (Exibição em HD) ***

opção: Kill Bill – Volume 2 ***

04.15 – Corujão

•          Noticiário Local: Bom Dia Rio, Bom Dia São Paulo,

Bom Dia Minas, Bom Dia Recife, Bom Dia Brasília

**        Noticiário Local que tem como título a sigla das Praças:

RJ TV, SP TV, MG TV, NE TV, DF TV.

***  Som Original através da tecla através da tecla SAP para o Rio, São Paulo e Minas.

Fonte: Rede Globo

Postado por Cleberson